quinta-feira, 8 de junho de 2017

Polícia Federal transfere Rocha Loures para o presídio da Papuda

A Polícia Federal informou que o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor do presidente Michel Temer, foi transferido na tarde desta quarta-feira (7) da Superintendência da PF em Brasília para o Presídio da Papuda, na capital federal.
Ex-deputado federal e ex-assessor de Temer, Rodrigo Rocha Loures deixa a sede da Polícia Federal em Brasília e é transferido para o presídio da Papuda (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)Rocha Loures foi preso preventivamente no último sábado (3). Em março, ele foi flagrado pela PF recebendo em São Paulo uma mala com R$ 500 mil. Segundo delações de executivos da JBS no âmbito da Operação Lava Jato, o dinheiro era a primeira parcela de uma propina que seria paga por 20 anos.
Na Papuda, Loures vai ficar na chamada “ala de vulneráveis”, construída para receber presos do mensalão. Inicialmente, a transferência estava prevista para ocorrer após o depoimento, que foi adiado.
Inicialmente, ele prestaria depoimento na manhã desta quarta, antes de ser transferido. A PF, porém, decidiu adiar a fala para a próxima sexta. O advogado de Loures, Cezar Bitencourt, disse que, se o adiamento não fosse concedido, a orientação era para seu cliente se manter em silêncio durante a audiência.
Segundo a PF, o adiamento ocorreu para esperar a manifestação do ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre pedido da defesa, que quer o depoimento 48 horas após ter acesso a todo material da investigação.
Antes de ser transferido, Loures estava preso na Superintendência da PF numa cela de 9 metros quadrados, com beliche e uma cama. O local não tem televisão, pia, chuveiro, nem janelas.
G1
SHOP LANCHES

Nenhum comentário:

Postar um comentário