quinta-feira, 4 de agosto de 2022

Câmara aprova projeto que acaba com a saída temporária de presos

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (3) um projeto de lei que acaba com a saída temporária de presos do regime semiaberto no país. O texto, aprovado por 311 votos favoráveis e 98 contrários, segue agora para o Senado, que vai analisar as alterações.

O texto, de 2013, é originário do Senado e relatado pelo deputado federal Capitão Derrite (PL-SP), aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL). O parlamentar alterou a proposta inicial e revogou esse benefício, criticado de forma veemente pelo chefe do Executivo nacional.

O relator também acrescentou a obrigação de exame criminológico como requisito para a progressão de regime e para a autorização de regime semiaberto. O exame, segundo o parlamentar, deverá comprovar que o “preso irá se ajustar na nova modalidade com autodisciplina, baixa periculosidade e senso de responsabilidade”. Prevê, ainda, o uso de tornozeleira eletrônica pelo condenado.

R7

Natália Bonavides é a única deputada do RN que votou contra acabar com a saidinha de presos

Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (3), o plenário da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que acaba com a saída temporária de presos do regime semiaberto no país. Dos deputados do Rio Grande do Norte, quatro foram a favor, três não votaram e Natália Bonavides (PT) foi a única contra.

Confira abaixo:

O texto, aprovado por 311 votos favoráveis e 98 contrários, segue agora para o Senado, que vai analisar as alterações.

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

EM AÇAO PLANEJADA BANDIDOS DESTROEM DUAS AGENCIAS BANCARIAS EM LAGOA NOVA/RN

 

Foto: Reprodução

Usando armas de grosso calibre, uma quadrilha invadiu, na madrugada desta quarta-feira (03), a cidade de Lagoa Nova e destruiu duas agências bancárias.

Os bandidos usaram explosivos para explodir as agências do Banco do Brasil e do Bradesco, que ficaram totalmente destruídas.

A Polícia Militar da região foi mobilizada para o município. A quantia levada pelos criminosos ainda não foi divulgada.

Rio Grande do Norte registra mais um tremor na Costa Potiguar

Foto: LabSis/UFRN

Mais um tremor na costa do Litoral Norte potiguar foi registrado pelo Laboratório de Sismologia da UFRN (LABSis/UFRN) nesta quarta-feira (3). De acordo com a instituição, o temor foi de 2,0 graus na Escala Richter (mR) e aconteceu no mar do município de Touros. É a segunda vez desde o início da semana que ocorre vibrações no meio do mar, precisamente à distância de 40 km, e na mesma região de Touros.

Segundo o professor e geofísico do Laboratório de Sismologia da UFRN (LABSis/UFRN), Eduardo Menezes, existe uma tentativa de uma parceria com a prefeitura e defesa civil de Touros da cidade para o monitoramento de tremores naquela região.

“Amanhã deverá ser instalado uma estação sismográfica que vai compor a rede sismográfica do RN e tem importância por estar mais próxima da área central e vai nos auxiliar numa precisão maior e nos eventos de menor intensidade com um equipamento mais próximo”, falou o geofísico.

Ainda segundo o professor, esses eventos são provocados por falhas geológicas que entram em atividade e geram tremores, mas nem sempre preocupam. “Para essa ordem de grandeza, não é preocupante. O que preocupa, às vezes, em áreas que ocorrem tremores de terra, é a frequência. Quando há uma repetição de tremores, não necessariamente ele sendo nessa ordem de grandeza, num período de tempo mais curto. Então, a gente tem um ano praticamente sem nenhum registro desse aí na região”, explicou o professor Eduardo Menezes.

Tribuna do Norte

Paraguaios entram no Brasil para comprar gasolina e comida mais baratas

A queda do preço da gasolina no Brasil e a desvalorização do real em comparação com o guarani (moeda do Paraguai), estão atraindo paraguaios para compras por aqui. O Guarani vale bem menos que o real, mas mesmo assim ficou vantajoso. R$ 1 está cotado em cerca de 1.300 guaranis. Houve uma desvalorização de 8,5% do real diante do guarani em um ano.

O que está acontecendo? Paraguaios estão cruzando a fronteira do Brasil para ir até Foz do Iguaçu (PR) abastecer o carro e fazer compras em supermercados, mesmo com a inflação aqui. Com a redução dos preços da gasolina pela Petrobras, aumentou o movimento de veículos nos postos de Foz do Iguaçu, que fica na fronteira com Ciudad del Este.

Qual o preço do combustível nos dois países? Em Foz do Iguaçu, o preço médio da gasolina comum é de R$ 5,90 e da aditivada R$ 5,96, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional de Petróleo). No Paraguai, onde há três tipos de gasolina, os valores variam, mas são todos mais altos. O combustível mais barato custa cerca de R$ 6,69 e o mais caro por volta de R$ 7,80.

Como está a procura? Gerente de três postos de combustível em Foz do Iguaçu, Marildo Matiello diz que, em um dos estabelecimentos, os paraguaios representam 50% da clientela. As vendas dobraram a partir do dia 20. Para conseguir atender os consumidores, o posto ampliou o horário de funcionamento de 22h para meia-noite.

A maioria dos paraguaios, conta Matiello, procura gasolina aditivada. Uma das explicações é o tipo de veículo. Boa parte é de grande porte, a exemplo dos SUVS, o que leva os proprietários a buscarem gasolina de melhor qualidade. Outra opção bastante procurada pelos paraguaios é abastecer na Argentina, onde o combustível está mais em conta, se comparado ao do Brasil, variando de R$ 3,40 a R$ 3,70.

Boa parte dos paraguaios que abastecem em Foz já tem o hábito de fazer compras na cidade. Os supermercados situados na região da Ponte da Amizade, via que liga Foz do Iguaçu a Ciudad del Este, são os que mais recebem os clientes estrangeiros.

Que outros produtos são mais baratos no Brasil? A lista de produtos de preço bom para os paraguaios no Brasil é grande. Frutas, verduras, café, chocolate, sucos, entre outros itens. Os paraguaios dizem que os preços em Foz são 30% a 40% mais em conta.

UOL

sábado, 30 de julho de 2022

Bolsonaro exalta o 7 de Setembro e anuncia participação em desfile militar em Copacabana, no RJ

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse neste sábado (30) que participará de desfile das Forças Armadas na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em 7 de Setembro. Ele deu a declaração durante a convenção do Republicanos que formalizou o apoio a sua reeleição e lançou Tarcísio de Freitas para disputar ao cargo de governador de São Paulo.

Segundo o presidente, o 7 de Setembro será a data para mostrar que o povo “tem direito e exige paz, democracia, transparência e liberdade”. Bolsonaro falou que dobra os joelhos todos os dias e pede a Deus para que o povo “não experimente as dores do comunismo”.

“O que está em jogo na nossa pátria e no mundo é uma nova ordem, uma nova forma de mandar no povo, e não de comandar”, declarou.

O feriado de 7 de Setembro de 2022 marcará os 200 anos de Independência do Brasil. De manhã, Bolsonaro participará do desfile tradicional, em Brasília. À tarde, às 16h, passará pela 1ª vez no Rio de Janeiro. Falou que queria inovar e que a capital fluminense é o cartão postal do país.

No dia 7, estarei pela manhã em Brasília, com o povo na rua, com a tropa desfilando. À tarde, eu queria, como estive aqui no ano passado… sei que somos paulistas, mas todos nós somos brasileiros. Sei que vocês queriam aqui, mas queremos inovar no Rio de Janeiro. Às 16h do 7 de Setembro, pela primeira vez, as nossas Forças Armadas e as nossas irmãs, forças auxiliares, estarão desfilando na praia de Copacabana ao lado do nosso povo”, disse Bolsonaro.

Com informações de Poder 360 e CNN Brasil

Polícia Civil prende suspeito de estuprar menor em shopping de Natal

 

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN), por meio da Delegacia Especializada na Proteção da Criança e do Adolescente de Natal (DPCA), com apoio da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) da zona sul, prendeu, na noite desta sexta-feira (29), Luiz Augusto Cavalcante Vale, 42 anos, suspeito de ter praticado o crime de estupro de vulnerável num shopping da zona sul da capital.

A ação criminosa aconteceu em um sábado, dia 09 deste mês, por volta das 18h30min, consistindo no ato do suspeito obrigar um menino de 10 anos a praticar atos sexuais com ele no interior de um banheiro do shopping.

Em menos de 24 horas após a divulgação das imagens do suspeito pela imprensa, a Polícia Civil identificou e representou pela prisão preventiva de Luiz Augusto, que foi deferida pelo juízo plantonista.

De posse do mandado judicial, os policiais civis localizaram o suspeito adentrando um estabelecimento bancário, no bairro de Lagoa Nova, momento em que lhe foi dada voz de prisão.

O suspeito foi conduzido à delegacia especializada e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Civil orienta as pessoas que foram vítimas do suspeito e o reconhecerem, a comparecerem na DPCA, para as providências cabíveis, bem como solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

quinta-feira, 21 de julho de 2022

Venda de gasolina cresce 10,8% no 1º semestre, diz ANP

As vendas de gasolina no Brasil pelas distribuidoras totalizaram 19,7 bilhões de litros no primeiro semestre deste ano, representando uma alta de 10,8% em relação ao mesmo período de 2021, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (20) pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Já as vendas de etanol hidratado recuaram 13,9% no semestre, em relação a janeiro a junho de 2021, totalizando 7,9 bilhões de litros no mercado interno. O diesel, considerando-se a soma do S10 e do S500, registrou alta de 2,74% nas vendas, com 30,5 bilhões de litros.

Considerando todos os combustíveis, as vendas de distribuidoras somaram 59 bilhões de litros no Brasil durante o primeiro semestre, o que representou um aumento de 1,77% na comparação com o mesmo período do ano passado.

O aquecimento do consumo coincide com a sequência de aumentos no preço dos combustíveis.  O último reajuste dos preços da gasolina feito pela Petrobras foi realizado em 18 de junho, com aumento de 5,18%.

Mas, nesta quarta-feira (20), o preço da gasolina foi reduzido em R$ 0,20 nas refinarias às distribuidoras. O valor do litro passou de R$ 4,06 para R$ 3,86, uma queda de 4,9%. Foi a primeira redução feita pela Petrobras desde dezembro do ano passado. Com isso, o valor retoma o patamar médio de preços das refinarias que era praticado em maio e junho.

Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,96, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba.

Para o consumidor, a queda no preço não é imediata nos postos de combustíveis. Na última semana, o valor médio cobrado pelo litro da gasolina era de R$ 6,07, de acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), o que corresponde a uma queda de R$ 1,32 (-17,9%) no intervalo de um mês.

Nos últimos dois anos, o valor médio da gasolina nos postos de combustíveis chegou a variar 45%. O aumento foi resultado da política de paridade internacional da Petrobras e dos impactos que a pandemia e a guerra na Ucrânia trouxeram ao mercado de commodities.

A inflação e os preços dos combustíveis pressionaram o governo federal em ano eleitoral. Na tentativa de abaixar os preços, algumas medidas foram adotadas.  Além de zerar os impostos federais, o ICMS (tributo estadual) passou a ser limitado a 18%. Lei sancionada no dia 23 de junho fixou um teto para a cobrança do imposto sobre combustíveis, energia elétrica, telecomunicações e transporte urbano. Antes, cada ente federativo tinha autonomia para determinar a taxa sobre o combustível.

R7

Ciro Gomes diz que Lula pratica “fascismo” e “invade autonomia” do PDT

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, criticou, nesta quarta-feira (20), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT, por supostamente “invadir a autonomia do PDT no Ceará com o objetivo de escolher o candidato ao governo do estado.

Em entrevista após ser oficializado como candidato do PDT ao Planalto, Ciro ainda afirmou que Lula está praticando “puro fascismo” com a senadora e pré-candidata do MDB à Presidência, Simone Tebet, ao atrair emedebistas e tentar negociar acordos com eles.

“O que está acontecendo é o seguinte: o Lula resolveu desconsiderar toda e qualquer ética e qualquer escrúpulo e resolveu destruir os partidos. Tentou operar no Ceará também com gente que eu ajudei a criar”, declarou Ciro. “O que Lula está fazendo no Ceará é invadir a autonomia do PDT para escolher o candidato”, acrescentou.

Um pouco antes dessas declarações, também na entrevista coletiva, Ciro afirmou estar “chocado [com] a absoluta falta de comportamento democrático do Lula em invadir e tentar destruir as organizações partidárias”.

CNN Brasil

Defesa de Bolsonaro diz ao TSE que é “leviano” associar presidente a atos de violência

A defesa do presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu, nesta quarta-feira (20), que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeite uma ação apresentada por partidos da oposição ao governo contra o presidente.

As legendas argumentam que Bolsonaro tem incitado a violência em seus discursos. A defesa do presidente afirmou, porém, que as falas não têm vinculação eleitoral e, portanto, não deveriam ser analisadas pelo TSE.

O PT, a Rede Sustentabilidade, o PCdoB, o PSB, o PV, o Psol e o Solidariedade disseram que as falas de Bolsonaro seriam estímulos para que seus apoiadores cometam atos de violência contra adversários políticos.

Os advogados de Bolsonaro afirmam que é “leviano e irresponsável acusar o presidente da República de ter, com seus discursos, gerado os atos de violência apontados, em especial o homicídio de Marcelo Aloizio de Arruda em Foz do Iguaçu/PR, recentemente ocorrido”.

A manifestação ocorreu após decisão do ministro Alexandre de Moraes, vice-presidente do TSE que está atuando no plantão do Tribunal. Para a defesa do presidente, a ação visa “exclusivamente tumultuar o processo eleitoral e criar subterfúgios argumentativos retóricos de campanha”.

Os advogados disseram que a representação da oposição trata-se de “uma manifestação política de desprezo ao representado [Bolsonaro], com nítido intuito eleitoreiro”.

CNN Brasil

quarta-feira, 20 de julho de 2022

Partidos iniciam convenções para oficializar candidaturas nesta quarta; veja datas

Pelo menos 22 dos 32 partidos com registros no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já confirmaram a realização de convenções partidárias para escolhas de candidatos majoritários e proporcionais, como é o caso do Brasil 35, que a partir das 18h30 de hoje, no Centro Municipal de Referência (Cemure), oficializará o nome da ex-vereadora de Grossos, Clorisa Linhares, como candidata à governadora, possivelmente numa coligação com o PSC.

Amanhã também é a vez do partido Avante realizar convenção, que começa às 14 horas e vai até às 18 horas, no Monza Palace Hotel, na marginal da BR-304, no Alto da Candelária.

O dia com maior número de convenções é o sábado (23), envolvendo nove partidos, inclusive aliados da base governista, que confirmarão a candidatura de reeleição da governadora Fátima Bezerra e do candidato a vice-governador, deputado federal Walter Alves (MDB) e do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) para senador: PT, PV e PC do B, que integram a Federação Brasil da Esperança.

Dentre os partidos de esquerda, o PSTU também programou convenção para sábado, irá homologar o nome de Rosália Fernandes para o governo do Estado e Dário Barbosa ao Senado.

Já a federação PSOL/REDE faz convenção dia 31, com Danniel Morais para governo e Freitas Júnior para senador.

Para o último dia reservado às convenções (05/08), aguarda-se o anúncio oficial da candidatura do senador Styvenson Valentim a governador do Estado pelo Podemos.

Partidos importantes no atual xadrez da política do Rio Grande do Norte, o SD adiou sua convenção, inicialmente prevista para hoje, depois que o pré-candidato a governador, Fábio Dantas, foi acometido de Covid-19.

Também falta anunciar a data da convenção, o PSB, que é aliado da governadora Fátima Bezerra, mas caminha em faixa própria para o Senado Federal, com a pré-candidatura a senador do deputado federal Rafael Motta.

Tribuna do Norte

Gasolina fica R$ 0,20 mais barata a partir de hoje nas refinarias

A redução de R$ 0,20 no preço médio de venda de gasolina na refinaria para as distribuidoras começa a vigorar a partir desta quarta-feira (20). O valor do litro passa de R$ 4,06 para R$ 3,86, uma queda de 4,9%. É a primeira redução feita pela Petrobras desde dezembro do ano passado e retoma o patamar médio de preços das refinarias que era praticado entre maio e junho.

Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,96, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba.

A variação nos postos ocorre após a redução de tributos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos estados. A medida é uma das adotadas pelo governo federal para abaixar o preço nos postos.

R7

segunda-feira, 18 de julho de 2022

Em reunião com embaixadores, Bolsonaro critica sistema eleitoral e ministros do STF e TSE

O presidente Jair Bolsonaro (PL) realizou na tarde desta segunda-feira, 18, uma apresentação aos embaixadores brasileiros no Palácio do Planalto para falar sobre o sistema eleitoral e possíveis falhas nas urnas eletrônicas. Matérias de diversos sites de notícias, bem como vídeos com manifestações de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), foram vinculados na apresentação que contou com uma tradução para a língua inglesa de todo o material divulgado.

Intitulada de ‘Briefing com os embaixadores‘, o mandatário iniciou a sua exposição com a ressalva de que o objetivo da sua manifestação era garantir “transparência e confiança” nas eleições brasileiras. Em seguida, Bolsonaro citou novamente o caso da invasão hacker no sistema do TSE – em que o invasor alega ter tido acesso aos códigos-fonte da corte eleitoral e que conseguiu a senha de um magistrado. “Hackers ficaram por oito meses dentro do TSE. Ao longo do inquérito, eles poderiam alterar nomes de candidatos e transferir votos de um para transferir a outros”, argumentou o chefe do Executivo.

O comandante do Planalto aproveitou para declarar não saber o intuito do convite realizado pelo TSE, através do ministro e presidente da Corte, Edson Fachin, a observadores internacionais para atuação durante as eleições. Em tom crítico, Bolsonaro disse: “No Brasil, não tem como acompanhar a apuração [das urnas eletrônicas]. Eu não sei o que vem fazer observadores de fora por aqui. Vão fazer o que se o sistema é falho e inauditável?”.

Ao falar sobre Fachin, o presidente da República o classificou como o ‘responsável por tornar [o pré-candidato à Presidência] Lula elegível’ e disse que o petista era o candidato preferido do magistrado. Ao comentar sobre o ministro Luís Roberto Barroso, o chefe do Executivo argumentou que sua vaga no Supremo Tribunal Federal foi designada pelo Partido dos Trabalhadores após sua defesa ao terrorista Cesare Battisti. “Graças a isso, certamente, ele ganhou confiança do PT”, disse.

O presidente Bolsonaro repercutiu as investigações solicitadas pelo ministro Alexandre de Moraes sobre um suposto vazamento de informações em um inquérito sigiloso da Polícia Federal – no caso, o mandatário havia divulgado a íntegra de uma investigação ao suposto ataque hacker ao sistema do TSE – e afirmou que as Forças Armadas jamais participariam de uma farsa nas eleições.

Sei que os senhores [embaixadores] querem a estabilidade democrática no nosso país, mas ela só será conseguida com eleições transparentes e confiáveis”, ressaltou. Moraes também foi citado após a veiculação de um vídeo onde o ministro afirma que o TSE irá cassar o registro de candidatura daqueles que cometerem crimes eleitorais de propagação de noticias falsas. “Não pode um magistrado ameaçar quem quer se seja”, opinou.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social do governo federal destacou que o encontro de Bolsonaro com os chefes de missões diplomáticas teve o intuito de sublinhar o seu desejo de “aprimorar os padrões de transparência e segurança do processo eleitoral brasileiro”. O órgão também enfatizou que a prioridade do chefe do Executivo é a de assegurar que a “vontade do povo brasileiro” prevaleça nas eleições de outubro. Já o Tribunal Superior Eleitoral esclareceu, em nota, que a invasão ao sistema da corte eleitoral “não representou qualquer risco à integridade das eleições de 2018”, já que o “código-fonte dos programas utilizados passa por sucessivas verificações e testes, aptos a identificar qualquer alteração ou manipulação”.

Jovem Pan