sexta-feira, 29 de maio de 2020

VÍDEO: Decisões do Supremo contrariam a Constituição, alerta Alexandre Garcia



As recentes ações do Supremo Tribunal Federal (STF) estão gerando grande repercussão em Brasília nesta semana. Segundo o comentarista Alexandre Garcia, a situação do Brasil já está bastante complicada com a crise na área da Saúde e Economia, mas, ao que parece, o que preocupa ainda mais é a crise política.
Ele lembra os episódios onde constaram um eventual pedido de apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro e, mais recentemente, a divulgação da reunião ministerial do dia 22 de abril. “Se divulgou uma reunião reservada, que estava lá carimbada como secreta, sendo que haviam autorizado divulgar as partes que interessavam à queixa de Sergio Moro. Divulgaram tudo”, disse.
Em decisão do ministro Alexandre de Moraes, foi deflagrada nesta quarta, 28, pela Polícia Federal o que eu chamo de ‘Operação Censura’. Alexandre, o mesmo ministro que há dois anos disse que quem não quiser sofrer crítica que não se meta em cargo político, mas o Supremo não gosta de crítica. O presidente [Jair Bolsonaro] é criticado o dia todo, só reage da boca para fora, nunca tomou nenhuma providência. Assim como os presidentes da Câmara e Senado. Mas só o Supremo que não pode [ser criticado]?”, completou Alexandre Garcia.
Segundo o comentarista, essa ação do STF gera uma situação inusitada. “O queixoso [Supremo] abre o inquérito, investiga, vai julgar e vai punir. Nunca se viu coisa igual, e é por isso que a Procuradoria-Geral da República pediu ao ministro Facchin que o plenário se reúna e decida tirar essa história. Só que esse inquérito da tal fake news agride todos os princípios constitucionais das liberdades e garantias individuais, do direito de expressão, da ausência de censura, sob qualquer forma”.
Segundo Garcia, a atuação do STF deixou Bolsonaro irritado e, nesta manhã, o presidente pediu independência e harmonia entre os poderes. “Está na hora de apaziguar. É muita crise junta e parece que falta sensatez nas decisões do Supremo, que são totalmente absurdas, pois contrariam a própria Constituição, sendo que o STF deve ser o intérprete da Constituição”, finalizou.
Com Canal Rural

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Homem mata mulher e enterra no quintal de casa em São Gonçalo do Amarante na Grande Natal

Uma mulher de 24 anos foi encontrada morta enterrada no quintal de uma casa em São Gonçalo do Amarante, Grande Natal, nesta quarta-feira (27). O imóvel pertence a um professor de 27 anos, que confessou o crime e está preso.
De acordo com a Polícia Civil, o suspeito, que é casado, alegou em depoimento que havia tido um caso com a vítima tempos atrás, e que ela o estava procurando novamente para que assumisse o relacionamento. Seria esse, segundo ele, o motivo do assassinato.
O professor também disse à polícia que a vítima afirmava ter tido um filho dele. Contudo, de acordo com o delegado Cláudio Henrique, que apura o caso, a mulher não tinha filhos.
A mulher estava desaparecida desde o dia 14 de maio. Na sexta-feira da semana passada, dia 22, a irmã dela procurou a Delegacia de Capturas (Decap) para comunicar sobre o desaparecimento. Ao delegado Cláudio Henrique, ela disse que a irmã havia saído para se encontrar com um professor não mais voltado.
O suspeito ensina Física e já tinha sido professor da vítima. Nesta terça-feira (26), ele foi interrogado pela primeira vez pelos investigadores. De acordo com o delegado Cláudio Henrique, o homem negou qualquer envolvimento no desaparecimento.
Entretanto os policiais conseguiram identificar o motorista de aplicativo que levou a vítima até o local em que ela se encontrou com o professor. Era a casa da mãe dele, que fica em um condomínio em São Gonçalo do Amarante.
No condomínio, os policiais tiveram acesso às câmeras de segurança. Ainda segundo o delegado, as imagens mostram o momento em que a mulher desce do carro, solicitado por aplicativo, e se encontra com o suspeito. Os dois então teriam saído juntos em uma motocicleta guiada por ele.
O professor foi chamado à delegacia pela segunda vez, nesta quarta (27), e assistiu às filmagens. Foi questionado novamente e confessou o crime à polícia. O delegado Cláudio Henrique conta que o próprio suspeito mostrou à equipe da Decap onde havia enterrado o corpo.
Depois que saíram do local marcaram para o encontro, eles seguiram até a casa em que mora o suspeito, também em São Gonçalo do Amarante, onde ocorreu o crime. O professor disse em depoimento que matou a vítima esganada.
Porém, segundo a polícia, há marcas de cortes no cadáver. O corpo ainda passará por exames no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), para que se precise a causa da morte. O suspeito também alega que cometeu o assassinato em “um momento de desespero”, mas a polícia acredita que ele premeditou o homicídio.
A residência em que o corpo foi encontrado é a mesma o professor mora com a esposa e o filho de quatro meses de idade. Entretanto, segundo o delegado Cláudio Henrique, ele vivia sozinho no local há algum tempo. A mulher e a criança estão na casa da sogra dele.

Após a prisão em flagrante e confessar o assassinato, o homem está preso e deve ser submetido a uma audiência de custódia nesta quinta-feira (28).

CAICÓ: Polícia Militar recupera a “terceira” moto roubada do dia; GTO também apreendeu droga, munições e gaiolas


Após denúncia anônima a Polícia Militar de Caicó, através do GTO, arrombou uma residência no bairro Walfredo Gurgel e encontrou moto possivelmente furtada ontem, 26, além de substância análoga à cocaína, munição e pássaros silvestres.
A ação terminou com munições apreendidas, gaiolas e munições de Revólver Calibre 38. Ninguém foi preso, segundo o Ten. Cel. Walmary Costa, contudo, o grande trabalho da PM desenvolvido nesta quarta feira foi caracterizado pelo apoio da população.

VÍDEO – “Pega essa tripartição, Alexandre de Moraes, e enfia no meio do seu c*. Manda me prender, seu merda”, diz Sara Winter, na frente do STF

Um dos alvos da operação de busca e apreensão pela Polícia Federal, dentro do inquérito sobre fake news e ataques a membros do Supremo Tribunal Federal (STF), deflagrada na manhã dessa quarta-feira (27) por ordem do ministro Alexandre de Moraes, a ativista Sara Winter voltou a atacar o magistrado, desta vez, na frente do próprio Supremo. Com ameaças fortes e xingamentos, Sara foi dura e desafiou Moraes: “Manda me prender, seu merda”.
“Eu estava sem roupa. Não deixaram eu me vestir. Eu fui constrangida. Eu tive que fazer xixi com alguém me olhando. Meus direitos fundamentais foram violados”, ela ressaltou, em manifestação do grupo de extrema-direita 300 do Brasil, do qual é uma das líderes.
Segundo a ativista, ela está sendo perseguida por ter, na semana passada, pedido o impeachment de Alexandre de Moraes. “Que coincidência, né? Numa semana eu peço o impeachment do ministro. Na outra, ele manda a Polícia Federal ir na minha casa infernizar a minha vida”, disse.
“Vou te ensinar a virar homem”
Exaltada, a bolsonarista disse que ela e seu grupo são os reais defensores da democracia e da tripartição dos poderes. Apontando para o STF, ela diz: “Pega essa tripartição, Alexandre de Moraes, e enfia no meio do seu c*. Manda me prender, seu merda. Se você estivesse aqui na minha frente, eu ia te chamar pra trocar socos. Vou te ensinar a virar homem”.
Infernizar a vida
Logo depois da operação da PF, Sara disse que “queria trocar socos” com o ministro e prometeu “infernizar a vida” do ministro.
“Sou uma pessoa extremamente resiliente. Pena que ele mora em São Paulo. Se ele estivesse aqui, estaria convidando ele pra trocar soco comigo. Queria trocar soco com esse filho da p*, infelizmente não posso. Você me aguarde, Alexandre de Moraes”, vociferou.
“Você nunca mais vai ter paz, a gente infernizar sua vida, vamos descobrir os lugares que o senhor frequenta, a gente vai descobrir quem são as empregadas domésticas que trabalham para o senhor… Vamos descobrir tudo até o senhor pedir para sair. O senhor tomou a pior decisão da vida do senhor”, disse.
Metrópoles

PAI É PRESO ACUSADO DE ESTUPRAR A FILHA DE SEIS ANOS EM CURRAIS NOVOS.

Homem de 39 anos de idade foi preso em Currais Novos na a noite desta quarta-feira (27) acusado de estupro de venerável contra a filha de apenas seis anos de idade, a família relatou para a polícia que o suspeito tocou nas partes intimas da criança, o crime é tão grave que nossa reportagem tomará todos os cuidados para não identificar o endereço do ocorrido para não expor a criança, o suspeito foi preso e encaminhado a delegacia regional em Caicó.

Não podemos mostrar, identificar o acusado nem o endereço de residência do mesmo por força de lei que protege a vítima.

quarta-feira, 27 de maio de 2020

TCE vê indícios de fraude e manda Governo Fátima suspender contrato milionário

A conselheira Maria Adélia Sales determinou, de forma cautelar, em decisão monocrática publicada nesta quarta-feira (27), a suspensão imediata do Contrato 28/2019, celebrado entre a Secretaria Estadual de Educação (SEEC) e o Centro Brasileiro de Educação e Cidadania (CEBEC). O objetivo do contrato é a implantação do Programa Brasileiro de Educação Cidadã, que consiste na capacitação de professores e aquisição de cartilhas sobre o tema da cidadania.
A decisão da conselheira segue proposição da equipe técnica da Diretoria de Administração Direta, que após receber uma denúncia anônima, por intermédio da Ouvidoria, no dia 20 de março de 2020, analisou o processo de inexigibilidade de licitação relativo à contratação da empresa, encontrando vários indícios de irregularidades. O contrato entre a Secretaria de Educação e o Cebec contemplou a aquisição de 129 mil unidades da cartilha “Cidadania A-Z”, a serem distribuídas nos anos de 2019 e 2020 na rede pública de ensino, pelo valor unitário de R$ 30,00, totalizando R$ 3,8 milhões, dos quais restavam R$ 2 milhões a serem pagos em 2020.

Ministro da Justiça vê ‘atentado à democracia’ em operação da PF

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, divulgou uma nota nesta quarta-feira (27) para dizer que a operação da PF (Polícia Federal) deflagrada para cumprir 29 mandados no inquérito das fake news fere a democracia. Entre os alvos da operação estão deputados ligados ao presidente Jair Bolsonaro.
Na avaliação de Mendonça, os parlamentares têm garantia “a ampla imunidade por suas opiniões, palavras e votos”. “Intimidar ou tentar cercear esses direitos é um atentado à própria democracia”, avaliou o ministro sobre o inquérito que investiga ameaças e difamação contra os ministros do Supremo e suas famílias.
“Vivemos em um Estado Democrático de Direito. É democrático porque todo o poder emana do povo. E a este povo é garantido o inalienável direito de criticar seus representantes e instituições de quaisquer dos Poderes”, escreveu Mendonça.
Mendonça ressalta ainda que “as diligências realizadas pela Polícia Federal nesses casos se dão no estrito cumprimento de ordem judicial” e defende que “que todas as investigações sejam submetidas às regras do Estado Democrático de Direito, sem que sejam violados pilares fundamentais e irrenunciáveis da democracia.”
Leia a íntegra da nota:
“Diante dos fatos relacionados ao Inquérito 4.781, em curso no Supremo Tribunal Federal, pontuo que:
1. Vivemos em um Estado Democrático de Direito. É democrático porque todo o poder emana do povo. E a este povo é garantido o inalienável direito de criticar seus representantes e instituições de quaisquer dos Poderes. Além disso, aos parlamentares é garantida a ampla imunidade por suas opiniões, palavras e votos.
2. Intimidar ou tentar cercear esses direitos é um atentado à própria democracia.
3. De outra parte, esclareço que, em 2019, enquanto Advogado-geral da União, por dever de ofício imposto pela Constituição, defendi a constitucionalidade do ato do Poder Judiciário. Em nenhum momento, me manifestei quanto ao mérito da investigação e jamais tive acesso ao seu conteúdo.
4. Da mesma forma, as diligências realizadas pela Polícia Federal nesses casos se dão no estrito cumprimento de ordem judicial.
5. Assim, na qualidade de Ministro da Justiça e Segurança Pública, defendo que todas as investigações sejam submetidas às regras do Estado Democrático de Direito, sem que sejam violados pilares fundamentais e irrenunciáveis da democracia.
Brasília, 27 de maio de 2020.
André Luiz de Almeida Mendonça

Ministro da Justiça e Segurança Pública”

R7

segunda-feira, 25 de maio de 2020

Preso de justiça usando tornozeleira eletrônca e sua mulher morrem durante confronto com a PM em Grossos RN

Tibau
Antônio Clovis da Silva, o          “ de  Pato ” e sua companheira Amanda Caetano de Meneses, “Preta” morreram após reagirem a uma abordagem da Polícia Militar no município de Tibau,no litoral do Oeste Potiguar.
As primeiras informações são de que o confronto ocorreu na Praia das Emanuelas naquela cidade litorânea, depois que a PM foi acionada para uma ocorrência de assalto.
Quando os policiais chegaram no local, foram recebidos a bala. Houve revide e durante o confronto os suspeitos foram baleados e socorridos pelos Policiais para o Hospital da cidade, porém não resistiram.
Segundo a polícia, os dois tinham antecedentes criminais. Antônio Clovis por tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo e Amanda por tráfico de drogas.

UM HOMEM E TRÊS MULHERES SÃO FILMADOS ROUBANDO CARRO EM CURRAIS NOVOS


MENINA DE 14 ANOS FOI BALEADA EM CURRAIS NOVOS


Partidos de esquerda vão pedir ao STF os exames de “hemorróidas” de Bolsonaro

Com a intenção de desmoralizar o Supremo Tribunal Federal (STF), os partidos de esquerda, entre eles, PSOL, PT, PDT, PSB, PCdoB, vão requerer ao ministro Celso de Melo, que o  presidente da República Jair Bolsonaro mostre os exames de HEMORRÓIDAS do Chefe da Nação, para saber se o mesmo é contagioso para a saúde do povo brasileiro.

Coronavírus: RN registra 83 novos casos e 13 óbitos nas últimas 24h, totalizando 197 mortes e 4.682 infectados

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, neste domingo (24).
A quantidade de casos confirmados chega a 4.682, enquanto eram 4.599 no boletim de sábado. São 83 casos a mais.
O total de vítimas do covid-19 no RN chega a 197 – foram 13 óbitos registrados a mais que a atualização do boletim de ontem.

sexta-feira, 22 de maio de 2020

MULHER FOI MORTA A TIROS EM CARNAÚBA DOS DANTAS

Noite de quinta feira com registro de homicídio na cidade de Carnaúba dos Dantas. Era por volta das 20 horas quando a Polícia Militar foi acionada.
Disparos de arma de fogo foram ouvidos por moradores no açude Monte Alegre e depois constataram o homicídio, trata-se da jovem Ana Paula.