sexta-feira, 17 de março de 2017

CARNE FRACA: Polícia Federal deflagra maior operação da sua história que combate a venda ilegal de carnes

Unidade da JBS em Confresa (MT) deverá construir ciclovia até a empresa (Foto: Assessoria/TRT-MT)
A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (17) 311 mandados judiciais, em sete estados do Brasil. A operação, batizada de “Carne Fraca” apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.
De acordo com a Polícia Federal, as investigações atingem algumas das maiores empresas do país, entre elas a BRF Brasil e JBS. Os policiais dizem que os fiscais atuavam pedindo propina para empresários, que cediam e chegavam a receber até o poder de indicar quem exerceria a fiscalização nas empresas.
A operação conta com 1,1 mil policiais. Dentre os mandados, 26 são de prisão preventiva, 11 de prisão temporária e 79 de conduções coercitivas, quando a pessoa é levada apenas para prestar depoimento. Os outros 195 mandados são de busca e apreensão. A Justiça também determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão, de todos os investigados no caso.
Os mandados devem ser cumpridos em São Paulo, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás.
Por volta das 7h10, alguns superintendentes do Mapa já haviam sido presos.
Conforme a Polícia Federal, o nome da operação faz alusão a uma expressão popular que está em sintonia com a má qualidade dos alimentos vendidos pelas empresas.
FONTE: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário