quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Senador Lindbergh Farias tem direitos políticos cassados pela 2ª vez em uma semana


Lindbergh Farias é acusado de ter nomeado parentes de ex-vereador em troca de favorecimento na Câmara de Nova IguaçuO senador Lindbergh Farias (PT-RJ) foi condenado por improbidade administrativa pela segunda vez em menos de uma semana. A decisão foi proferida pelo juiz Gustavo Quintanilha Telles de Menezes, da 7ª Vara Cível de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O magistrado determinou a suspensão dos direitos políticos do petista por cinco anos e exigiu o pagamento de multa de R$ 640 mil. O senador pode recorrer da decisão.
Lindbergh é acusado pelo Ministério Público de Nova Iguaçu de ter nomeado parentes de um ex-vereador em troca de "favores políticos", tais como favorecimento em comissão parlamentar de inquérito na Câmara. O esquema envolvendo o ex-vereador José Agostinho de Souza teria ocorrido entre janeiro de 2005 e abril de 2007, quando Lindbergh era prefeito da cidade.
Na semana passada, o juiz Gustavo Quintanilha Telles de Menezes já havia condenado o petista em outra ação de improbidade administrativa, por ter permitido o uso promocional de sua imagem em dezembro de 2007 e no primeiro semestre de 2008, quando se candidatava à reeleição na cidade da Baixada Fluminense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário