domingo, 23 de setembro de 2018

Petistas são “doentes, alienados e perseguidores”, diz candidata de Bolsonaro no RN

Candidata a deputada estadual pelo PSL, mesmo partido do presidenciável Jair Bolsonaro, a jornalista e empresária Wilma Wanderley acredita que a liderança de Fátima Bezerra (PT) nas pesquisas de intenção de voto para o Governo do Rio Grande do Norte é resultado de um trabalho de “doutrinação” orquestrado pelo PT dentro de escolas e universidades. Ela também credita o desempenho da petista no interior do Estado aos baixos índices educacionais e à pobreza.
“Há uma carência financeira grande. Por causa disso, o nosso interior ainda vive muito a política tradicional, do toma lá dá cá. Além disso, sabemos que a educação liberta o homem, mas o Rio Grande do Norte está muito aquém no ranking no Ideb [que mede a qualidade da educação básica]. E, além do mais, o PT tem feito dentro das escolas um trabalho de doutrinação. Existe um trabalho dos professores [para que os estudantes votem em candidatos do PT]”, disse Wilma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário