sábado, 12 de janeiro de 2019

Testemunhas apontam suposto assassino do empresário Henrique Lopes

Com o setor policial bastante agitado em face à morte do empresário Henrique Lopes, O Henrique de Barra, como era mais conhecido, surgem também os primeiros informes com o nome do suposto suspeito de assassiná-lo.
O apontado por mais de uma testemunha, moradores de Barra de Santana, inclusive com confirmação em áudios nas redes sociais, é o ex-presidiário Odair José Alves, de alcunha Barata, de 42 anos: suspeito nº1  do violento crime.
Barata foi preso por força de mandado de prisão na cidade de São Fernando. Ele é apontado autor, homicida, no crime que tirou a vida do caicoense Isaac Torres, filho de criação do ex-prefeito de Caicó, Manoel Torres (in-memoriam).
Uma das supostas testemunhas confirma em áudio que Barata insinuara a morte do empresário há poucos dias: "Ele disse que ia matar Henrique, já que ia morrer mesmo ]sic]. Henrique colocou o carro por cima dele [sic]", comenta.
A ligação da morte do empresário ao ex-presidiário está largamente difundida nas redes sociais. Há inclusive quem faça esta afirmação publicamente, garantindo-se uma boa linha de investigação para o trabalho da polícia judiciária.
O empresário já havia sido preso na Operação Coiteiros. Oito pessoas foram denunciadas à época por envolvimento com crimes de tráfico de drogas. Ele também respondia por homicídio na Vara Criminal da Comarca de Macaíba-RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário