domingo, 19 de fevereiro de 2017

Comerciante foi morto a tiros em Caicó

A Polícia Militar isola local de crime nas Populares, na zona oeste de Caicó. De acordo com informações que chegaram ao blog Jair Sampaio, uma jovem viu seu pai saindo para olhar a água na correnteza do rio Barra Nova e minutos depois escutou os tiros.
À polícia, a filha da vítima disse que o pai é comerciante, contudo, ninguém sabe ainda o que motivou o crime. Tudo leva a crer que foi queima de arquivo, mas a polícia ainda checa minuciosamente essa informação. A vítima foi identificada até o momento como Braz.
A Polícia Civil e o ITEP já foram acionados para o local.
ATUALIZADO
"A princípio uma pessoa de bem. Acreditamos que ele tenha caído num golpe muito comum no meio da vagabundagem, o 'Cheiro do Queijo'. O corpo dele estava numa área afastada das casas, e para ele ter ido para lá, alguém o chamou. Tudo isso será levado em conta na investigação", disse um policial que está no local de crime.
Uma outra questão que chama a atenção da polícia, é que os elementos que tomaram de assalto a arma de um PM na última semana, em Caicó, fizeram ameaças e deram nomes. "Acreditamos também que os mesmos que levaram a arma do Cabo da PM estejam por trás desse crime, são muitos detalhes, tudo será averiguado", disse.
Pessoas que estão no local de crime dizem que foram usados vários calibres de armas de fogo para executar a vítima, entre eles, Calibre.12 e outros tipos, que ainda estão sendo levantados pela polícia. "É cedo para falarmos, até porque pode atrapalhar a investigação, mas já temos noção quem são os acusados e o motivo", diz um PM.
"Esse crime tem cara de QUEIMA DE ARQUIVO. A vítima era amiga de uma pessoa que também morreu assassinada covardemente em Caicó, e certamente ela (a vítima) sabia quem são os autores desse crime ocorrido há alguns meses na cidade", revela um policial.  Até o momento a vítima está identificada como Braz.
JAIR SAMPAIO
LIQUIGÁS

Nenhum comentário:

Postar um comentário