sábado, 12 de novembro de 2016

PT acaba com eleição direta para presidente do partido

Presidente do PT, Rui Falcão, fala em São Paulo sobre pedido de impeachment  (Foto: Reprodução/TV Globo)O Partido dos Trabalhadores decidiu nesta sexta-feira (11), após dois dias de reunião do diretório nacional do partido em São Paulo, adotar processo de eleição direta nos municípios e por delegados para as direções estaduais e nacional em 2017.
“Resolvemos que o Congresso vai ser eleito pela base num processo de eleição direta nos municípios e, a partir daí, por delegações estaduais e nacional”, disse o presidente nacional do partido, Rui Falcão.
A escolha das novas direções partidárias vai ocorrer durante o 6º Congresso Nacional, previsto para 7, 8 e 9 de abril de 2017.
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou das discussões que resultaram na resolução final.
“Ele fez questão de,  previamente a essa reunião, por solicitação nossa, dialogar com todas as forças políticas do PT, com a tendência majoritária mais de uma vez. Depois reuniu a todos, na minha presença,  quando apresentei, junto com ele, uma fórmula que afinal resultou na aprovação da resolução de hoje. Ele se empenhou muito nisso, ouviu, sugeriu. Ainda hoje na parte da manhã fez uma nova reunião tentando produzir uma decisão unificada e provavelmente ainda vai continuar um pouco aqui hoje ajudando nos debates sobre a conjuntura. Teve um papel decisivo nessa resolução final que nós aprovamos por ampla maioria e  que produiu uma unidade maior agora no nosso partido “, disse Falcão

Nenhum comentário:

Postar um comentário