quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Polícia acha arma usada na morte de engenheiro candidato a prefeito em Goianinha; vaqueiro foi preso sob posse ilegal do revólver

policia-385x260Um vaqueiro foi preso nesta quinta-feira(17), na cidade de Goianinha, na região metropolitana de Natal, após ter sido flagrado sob a posse do revólver usado na morte do engenheiro agrônomo Renato Lima Ribeiro, de 47 anos. O corpo foi encontrado na manhã dessa quarta-feira (16) na zona rural do município. De acordo com a polícia, o vaqueiro subtraiu a arma de dentro do carro onde o corpo do engenheiro foi encontrado. Por isso, pela posse ilegal da arma de fogo, foi preso.
Renato Lima, que foi candidato a prefeito de Goianinha, e por pouco não ganhou as eleições, foi encontrado morto dentro de um carro na comunidade rural chamada Sítio Guariba, com uma marca de tiro próximo ao ouvido direito. Durante a perícia realizada pela Polícia, nenhuma arma havia sido encontrada. Segundo a Polícia, após início da investigação do paradeiro da arma, informações levaram até a casa do vaqueiro, que disse que pegou a arma em um momento impensado, e se mostrou assustado e arrependido, principalmente, porque suas impressões digitais poderiam ficar no revólver.
A Polícia Civil, através do delegado Wellington Gomes, atuante em Goianinha, acredita que tudo leva a crer que houve mesmo suicídio. Na casa do engenheiro agrônomo foram encontradas três cartas de despedida que teriam sido escritas por ele. Em uma rádio local, o delegado disse que a família de Renato reconheceu a letra dele nas cartas. Contudo, para concluir a investigação, serão necessários os resultados do laudo necroscópico feito no corpo e do exame residuográfico que vai constatar se havia pólvora nas mãos do engenheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário