sábado, 1 de outubro de 2016

Cabo eleitoral teve o rosto mutilado e a língua arrancada


traipuUma semana depois de a casa de uma candidata a vereadora ter sido alvo de tiros, um de seus apoiadores foi morto, teve o rosto mutilado e a língua arrancada após um comício. Esse é o cenário aterrorizante no qual a população do município alagoano de Traipu vai às urnas neste domingo (2).
Autoridades tomaram medidas para contornar o clima de tensão e medo e impedir mais atos violentos no município ribeirinho do Rio São Francisco. Nesta sexta-feira (30), o promotor eleitoral de Traipu, Maurício Wanderley, pediu ao Conselho Estadual de Segurança (Conseg) proteção individual para a candidata a vereadora Penha das Piranhas (PMDB), cuja residência foi alvo de disparos de arma de fogo, após ameaças.
Com reforço policial, o promotor eleitoral Maurício Wanderley quer garantir o direito de ir e vir da candidata, bem como o de votar e ser votada. O representante do Ministério Público Eleitoral emitiu ainda expediente ao juiz da 20ª Zona Eleitoral, Maurício Brêda, que também preside o Conseg.
SHOP LANCHES

Nenhum comentário:

Postar um comentário