sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Operação “Três é Demais” da Polícia Federal combate fraudes em licitações no RN

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (23/9) em Natal e São José de Mipibu, Região Metropolitana, a operação TRÊS É DEMAIS destinada a apurar fraudes em licitações realizadas por autarquias e órgãos públicos federais quando da contratação de mão de obra terceirizada.
Cerca de 54 policiais federais estão cumprindo 12 mandados judiciais de busca e apreensão.
Na ação, a PF busca apurar o cometimento de crimes de falsificação e de uso de documento falso, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.
No decorrer da investigação, iniciada há 4 anos, verificou-se que um principal suspeito controlava diversas empresas sendo o fato ocultado pela participação de “laranjas”, o que permitia que ele as utilizasse para participar de inúmeros processos licitatórios, simulando, assim, a existência de uma disputa que, na verdade, era fictícia.
Durante a investigação, não foram encontrados indícios da participação de servidores públicos nas supostas ações criminosas.
A PF não concederá entrevista coletiva.
(*Três é demais faz referência a um conhecido adágio popular e se ampara no fato de que esse mesmo tipo de crime, em anos anteriores, já havia sido combatido através de duas outras operações realizadas pela PF no RN.
LIQUIGÁS

Nenhum comentário:

Postar um comentário