quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Operação Irmandade: PF prende Samir Assad em desdobramento da Lava Jato

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (10), em São Paulo, a nova fase da Operação Lava Jato, que investiga esquema de propinas e desvios de recursos nas obras de Angra 3, da Eletronuclear.
A fase, denominada Operação Irmandade, cumpriu um mandado de busca e apreensão e outro de prisão contra Samir Assad. Ele é acusado de ser operador financeiro da Delta, construtora responsável pelas obras, e também do grupo preso na Operação Pripyat, que foi deflagrada em julho.
Samir Assad, principal alvo da Operação Irmandade, é irmão de Adir Assad, preso em 30 de junho na Operação Saqueador. Ele também é acusaod de desvios de recursos nas obras da Delta.
A Operação desta quarta é um desdobramento da Operação Pripyat, quando foi investigado desvio milionário em Angra 3. Dez pessoas ligadas ao núcleo administrativo foram presas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário