sexta-feira, 29 de abril de 2016

‘Tinha medo’, diz coroinha da igreja que diz ser vítima de estupro por padre na PB


“Ameaças, não, agora medo, eu tinha. Vamos dizer assim, de me matar”, contou o adolescente de 13 anos que diz ter sido vítima de abuso por parte de um padre na cidade de Dona Inês, no Agreste paraibano.

Na quarta-feira (27), a Diocese de Guarabira divulgou uma nota informando que o sacerdote foi afastado das funções por ter sido denunciado por “atos em desacordo com a lei”. A Polícia Civil da região explica que o padre está sendo investigado pelo crime de estupro de vulnerável. Segundo a família do adolescente, o abuso teria começado há mais de um ano, desde que o sacerdote foi transferido para a paróquia.

A mãe contou que o filho teria recebido vários presentes do padre, incluindo celular, bicicleta, roupas, e até mesmo uma viagem para a cidade de Aparecida, em São Paulo. Neste momento, a família desconfiou da relação do padre com o menino, que era coroinha da igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário