terça-feira, 5 de abril de 2016

Como a Prefeitura já havia antecipado, engenheiro do DNOCS afirma que o Dourado não corre risco

DSC00292 - CópiaO engenheiro Humberto Dantas de Medeiros, do DNOCS veio a Currais Novos na manhã desta terça-feira (05), para uma visita ao açude público Dourado, e depois sendo entrevistado por veículos de comunicação locais, tranquilizou a população dizendo que a barragem não sofre nenhuma ameaça.
Sobre algumas borbulhas, o engenheiro disse que é normal, visto que a barragem ficou por um longo tempo vazia, e é normal que as fendas criem ar dentro delas, e com a chegada das águas as borbulhas vêm à tona.
Humberto lembrou que entre setembro e outubro de 2015, o DNOCS fez um relatório, verificando a necessidade de alguns serviços, cujo orçamento foi encaminhado ao Ministério da integração, para a liberação dos recursos.
Providências
“Mas posso garantir que a parede do Dourado não corre qualquer risco, visto que não há vazamento e está intacta. O que existe são pequenas erosões, comuns a este tipo de barragem, mas a Prefeitura já está fazendo os reparos necessários”, tranquilizou o engenheiro Humberto Dantas.
Desassoreamento
Indagado sobre a necessidade de se ter feito o desassoreamento do açude, o engenheiro disse ser contra a esse tipo de serviço, até porque custa muito caro e fatalmente a natureza se encarregaria de dar reposta a uma possível agressão ao meio ambiente. “Mais interessante seria o aumento do sangradouro, o que possibilitaria um maior acúmulo de água no Dourado”, finalizou.
BANNER5_BLOG_VLAUDEY_387x128px1

Nenhum comentário:

Postar um comentário